3 dicas importantes para uma boa gestão de equipes de atendimento

Publicado em 07/set/2018 por Christiane Braz Heigasi Scabbia - Sem Comentários

gestão de equipes

Para ter sucesso em um cargo que envolve a gestão de equipes é preciso muito mais que repassar ordens para os funcionários. Quem está à frente em uma organização deve ser um exemplo, um ponto de solidez entre os colaboradores e a empresa.

Quando falamos sobre o setor de atendimento, essa liderança se torna ainda mais relevante. Comumente, a forma de comandar as equipes reflete diretamente na qualidade do serviço prestado. Ou seja, um bom comando deve agregar valor aos profissionais, que estarão melhor treinados para oferecer um trabalho com excelência aos clientes.

Por isso, neste artigo, apresentaremos 3 dicas importantes para que você desenvolva a melhor gestão de equipes na sua empresa. Acompanhe e confira!

1. Invista em uma estrutura de trabalho adequada

Nossa primeira dica reforça a ideia de que a liderança deve ser o ponto de equilíbrio entre os membros da equipe e a empresa. Uma estrutura de trabalho envolve todas as ferramentas e diretrizes necessárias para que os colaboradores desenvolvam suas atividades, incluindo:

  • tecnologia;
  • ambiente;
  • estrutura física (refeitórios, salas, banheiros etc.).

Garantir as melhores condições para os trabalhadores faz parte da cartilha básica de uma empresa. Afinal, é impossível que os atendentes ofereçam uma experiência acima da média aos clientes se a estrutura de trabalho está abaixo do padrão esperado.

2. Ofereça a capacitação necessária

Para fugir do “lugar comum” é preciso investir em estratégias que garantam um completo desenvolvimento dos colaboradores. De maneira prática, essa excelência pode ser atingida por meio de treinamentos e capacitação.

Um sistema de treinamento é uma das maneiras mais inteligentes de aumentar a produtividade de uma empresa. Além disso, se aplicadas corretamente, essas estratégias podem representar uma significativa redução de custos — mais preparados, os colaboradores erram menos e evitam desperdício de tempo e material em retrabalhos ou atrasos.

Somado a isso, ao aperfeiçoar a experiência e a atuação da equipe, a liderança demonstra sua preocupação com o desenvolvimento profissional de todos. Naturalmente, os trabalhadores nutrirão maior respeito pelo líder e se sentirão mais engajados com os objetivos da empresa.

3. Apresente metas possíveis de serem alcançadas

Uma boa gestão não tem a única preocupação de repassar ordens. Essa afirmação foi colocada no início do artigo e é destacada novamente nesse tópico para mostrar o quanto a falta de empatia de quem está à frente pode ser prejudicial para a sua equipe.

Há pouco tempo, erroneamente, tinha-se a ideia de que quanto maior e mais inalcançável fosse uma meta, mais motivados estariam os funcionários. No entanto, essa visão é equivocada em termos de gestão de pessoas.

Para manter os profissionais entusiasmados, é importante definir metas atingíveis, dentro da realidade da empresa. Mas, uma liderança diferenciada pode ir além, traçando os objetivos de acordo com o perfil de cada grupo ou, até mesmo, de forma individual.

Em resumo, a gestão de equipes é um trabalho que exige muita dedicação e direcionamento por parte de quem está no comando. Desenvolver e extrair o melhor de cada funcionário é o que garantirá um trabalho com excelência, que será refletido no serviço de atendimento ao cliente. Dessa forma, analise as dicas apresentadas e assegure a melhor gestão para os colaboradores da sua empresa.

Se você gostou deste artigo, não deixe de assinar a nossa newsletter e ficar por dentro de todas as novidades!

transformação digital
PA digital multicanal
case de atendimento ao cliente
dicas para cobrança
autoatendimento
dimensionamento call center


Deixe seu comentário