mudança de cultura organizacional

Antes de discutirmos sobre a mudança de cultura organizacional, devemos, primeiramente, entender o que significa essa expressão. A cultura organizacional é o conjunto de crenças, valores, hábitos, costumes e experiências aplicadas a todos os componentes de uma empresa. É a psicologia de uma organização. Um conjunto de atitudes, experiências, ideias e valores que o departamento de recursos humanos imprime na empresa. Esses elementos simbólicos se manifestam em todos os níveis e setores da organização, desde as relações pessoais e sociais até os padrões contábeis. Mas e quando é preciso aplicar mudanças nessa cultura organizacional? O que fazer? Continue lendo e conheça 3 maneiras para se ter sucesso nessa empreitada. Boa leitura.

1. Explique a necessidade de mudança

Algumas organizações estão satisfeitas em atingir um volume de negócios que consideram aceitável. Nessas circunstâncias aparentemente favoráveis, a complacência torna difícil justificar a introdução de mudanças. Todo o pessoal da organização deve estar convencido da necessidade de agir, caso contrário dificilmente ocorrerão mudanças. Para despertar essa consciência, os líderes devem ajudar a destacar problemas que podem estar sendo omitidos consciente ou inconscientemente. Por exemplo:

  • estamos obtendo o maior retorno possível?
  • estamos fidelizando clientes?
  • estamos aproveitando todo o talento da nossa equipe?
  • a nossa organização está obtendo melhores resultados que a concorrência?
  • estamos perdendo market share?
  • estamos bem posicionados para enfrentar futuras ameaças?

A reflexão estratégica pode ser entendida como os passos que devem ser tomados para dar um salto mais longo.

2. Oriente a mudança

Não é suficiente convencer da necessidade de mudança: é preciso orientar todas as vontades e recursos na direção certa. Para uma organização sobreviver e ser bem-sucedida, ela deve ter uma base firme de crenças compartilhadas sobre as quais todas as suas decisões e relacionamentos estejam. Por isso, a orientação da mudança em uma organização deve ser implantada em três níveis totalmente coerentes e complementares:

Nível 1: missão, visão, valores

Algumas empresas declaram sua visão, missão e valores com formalidade solene. Em muitos casos, essas ideias de governança declaradas são totalmente diferentes daquelas que operam na realidade. Essa discordância entre as ideias dominantes declaradas e reais causa confusão, hipocrisia e desconfiança entre os membros de qualquer organização. As declarações e políticas só geram confiança, unidade de ação e facilitam a mudança quando são realmente assumidas e compartilhadas por todos. Assim, para que mudanças sejam implementadas corretamente na cultura organizacional, é interessante estar preparado para algumas etapas:

  • iniciativa e capacidade para assumir riscos;
  • inovação;
  • concentração no cliente externo e interno;
  • foco nas causas, não nos resultados;
  • delegação de autoridade e responsabilidade aos líderes naturais (empoderamento);
  • reconhecimento de conquistas;
  • decisões por consenso.

Nível 2: Estratégias

As estratégias iniciais devem ser coerentes com as ideias que governam (missão, visão e valores). Porém, em tempos de mudança, precisam ser definidas e atualizadas de acordo com as condições ambientais e as prioridades da organização em todos os momentos.

Nível 3: Objetivos

Os objetivos de uma empresa não devem se concentrar exclusivamente em faturamento ou rentabilidade, uma vez que ambos os parâmetros são sempre uma consequência da eficiência da gestão. Os objetivos devem ser quantificados por indicadores de eficácia e eficiência, que permitam focar melhoria nas causas que originam os problemas e condicionam os resultados.

3. Dê transparência ao gerenciamento: comunique-se

Forneça treinamento e informação. Os funcionários precisam saber o que os gerentes sabem, devem ter informações econômicas e financeiras, a situação da empresa em relação a: concorrência, ameaças, oportunidades, forças, fraquezas, expectativas do cliente, evolução do mercado etc. Não se esqueça de que a comunicação é um processo que flui nos dois sentidos. Só assim todos podem entender e se envolver nas mudanças tomadas. O compromisso é uma condição necessária para liberar, desenvolver e explorar a maior fonte de vantagem competitiva sustentável de qualquer organização: o talento dos profissionais. Enfim, a mudança de cultura organizacional deve ser feita de maneira coerente e detalhada. Como vimos, entre outros benefícios que essa estratégia pode fornecer, está a retenção dos melhores talentos da sua empresa, fazendo com que o seu negócio fique cada vez mais forte. Que tal saber agora como adotar a cultura digital na sua empresa?

Agende uma reunião e conte seus objetivos

Nossos consultores irão mostrar como funciona uma solução Omnichannel de verdade.
Conheça a VoxAge
Av. Paulista, 2.202 | Andar Intermediário Cerqueira César | São Paulo - SP
Trabalhe Conosco
VoxAge Soluções Digitais 2020 - Todos os direitos reservados